Conheça o Centro de Fisioterapia do SAFERJ

Compartilhe

Desde que a Casa do Atleta foi criada sempre teve como diferencial o seu Centro de Fisioterapia. Enquanto um atleta de clube grande pode optar por uma equipe de fisioterapeutas preparada para colocá-lo de volta aos gramados, os times de menor investimento muitas vezes não conseguem.

É nesse momento que este setor do SAFERJ entra em ação. Em outras ocasiões, sua importância também se destaca na recuperação de profissionais de outros estados e nos que já deixaram os campos, mas permanecem com lesões.

O setor de Fisioterapia do SAFERJ

O setor de Fisioterapia está situado no segundo andar da Casa do Atleta. Possui dois profissionais e um estagiário que utilizam diversos tipos de técnicas e aparelhagem para tratar as lesões.

Corrente russa, australiana (Aussie) bola, ultrassom, crochetagem (técnica do gancho) e terapia manual fazem parte do dia a dia de Alexandre Abrantes e Gilvan Paes, que buscam sempre estarem conectados com o que existe de mais moderno em recuperação dos atletas de futebol.

Abrantes ressalta que é importante para o atleta estar ciente do passo a passo que deve ser seguido para chegar a ser tratado na Fisioterapia do SAFERJ. Em primeiro lugar, o atleta deve fazer o cadastro (é necessário ter sido ou ser atleta profissional de futebol); trazer um encaminhamento médico para a fisioterapia, além dos exames complementares (se possuir em mãos). Depois disso, é marcada uma avaliação Anaminesi (procedimento) para avaliar o caso.

"A partir daí percebemos qual o tratamento deve ser feito no atleta. Claro que não podemos ser tão conservadores, pois ele não pode ficar muito tempo parado. Respeitamos os limites, mas com terapias diferenciadas, manuais, conseguimos acelerar um pouco o processo e fazer com que ele trabalhe de novo em alto nível", diz o fisioterapeuta.

Estrutura de Ponta

Diversos atletas do estado e de fora também se tratam ou já se trataram no Centro de Fisioterapia. Atualmente, um que está na Fisio do SAFERJ é o atacante Valdiram, que já passou por mais de 20 clubes na carreira, incluindo Vasco e Bonsucesso. Valdiram se recupera de uma cirurgia no joelho, de ligamento cruzado, feita recentemente.

Atletas na Fisioterapia
Inaugurado em 2009, o Centro de Fisioterapia realiza em média 70 atendimentos por semana, utilizando técnicas de terapias manuais avançadas.

"Esse lugar é uma benção, trabalho aqui todos os dias fazendo esteira, musculação e me tratando com os fisioterapeutas", diz Valdiram, de 32 anos, que ficou o mês de julho inteiro fazendo tratamento e fortalecimento na Casa do Atleta, após ser submetido a uma artroscopia no joelho.

O fisioterapeuta Gilvan Paes cita algumas tendências nos tratamentos com os atletas atuais. "Hoje tentamos trabalhar a estabilização do quadril da pessoa para evitarmos lesões em outros lugares", acrescentando que no SAFERJ encontra-se estrutura idêntica a de um clube de Primeira Divisão do Brasileiro.

Mais vantagens para o atleta

Outra vantagem na Casa é que o atleta, após se recuperar na Fisioterapia, pode usufruir do Espaço Arnaldo Santiago, com diversas salas de recuperação funcional, onde podem ser realizados treinos intensos com bola, entre outros aparelhos e equipamentos, fazendo com que o lesionado volte mais rápido à sua antiga forma física. Pode ainda, caso esteja sem clube, procurar vaga no Projeto Treinamento Diário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *